21.10.07

Dicas para iluminar jardim e ganhar espaço em casa são alguns dos assuntos da nova edição da Chão & Teto em Revista.


Nada como ter um cantinho verde em casa para relaxar depois de um dia estressante. A arquiteta e paisagista Márcia Lima e a designer Caroline Azevedo falam sobre um projeto muito espeacial de jardim (clique sobre a imagem para ler a matéria).




Quer ganhar espaço em casa? Ambientes conjugados podem ser a solução. Saiba como as arquitetas Linda Schwerdzon e Therezinha Abrahim têm realizado esse milagre (clique sobre a imagem para visualizar a matéria).

18.10.07

Chão & Teto em Revista - 20 anos realizando sonhos

Já está circulando a segunda edição da Chão & Teto em Revista com reportagens da Focus Comunicação. Em destaque o aniversário de vinte anos da empresa que consolida a filosofia de ser uma solução em negócios imobiliários.

Em clima de comemoração, parceiros, funcionários e clientes mostraram em seus depoimentos a confiança e admiração pela trajetória da Chão & Teto, que têm a frente os sócios Angela Pereira e Carlos Eduardo Lima. Entre eles os diretores da Freire Mello, o presidente do Creci-Pa, Jaci Colares e a presidente do Conselho da Mulher Empresária (CME) a Associação Comercial do Pará (ACP).

A edição também traz matéria sobre a recuperação de prédios históricos em Belém, resgatando o charme e a beleza de outras épocas. Entres os que abraçaram a idéia estão o empresário André Moreira, e os arquitetos Paulo Lima, Jorge Derenji e Maria Ruth Pena de Carvalho Lobato.

Na sessão Espaço & Idéias as arquitetas Linda Schwerdzon e Terezinha Abrahim mostraram como aplicar os conceitos de amplitude e integração nos ambientes do lar.

Já a artista plástica Dina Oliveira apresenta o ambiente de criação de obras que já passaram por importantes galerias no Brasil e no exterior.

Fizemos um passeio com o engenheiro Camilo Delduque, que apresentou na sessão Saindo da Toca o seu cartão postal predileto – o Theatro da Paz, fundado em 1878.

As diversas faces de um jardim foram mostradas pela arquiteta e paisagista Márcia Lima e pela designer Caroline Azevedo, que deram dicas para transformar o espaço com efeitos de iluminação.

A reciclagem de lixo também foi destacada (em páginas impressas em papel reciclado) em matéria que mostra a ação de associações e catadores da Grande Belém e empresas preocupadas com o meio ambiente.

Também não faltou o agradecimento da administração e moradores do Abrigo João de Deus que estão sendo beneficiados na campanha da Chão & Teto que arrecada fundos para adquirir alimentos e medicamentos além de uma reforma no espaço físico.

Na sessão De Bubuia o empresário e locutor Janjo Proença fala sobre os momentos prazerosos em família, na casa localizada em Salinas apelidada carinhosamente de Tahiti.

13.10.07

Santa Luz é notícia na imprensa local

Desde que a exposição Santa Luz foi aberta no último dia 8 de outubro, cerca de 100 pessoas já passaram por lá para conferir os trabalhos dos fotógrafos Fábio Pina, Ivan Cardoso, Márcio Monteiro e Everaldo Nascimento. Os fotógrafos já foram destaque no Portal ORM, Magazine (O Liberal), Caderno Show (Amazônia Hoje), Caderno D (Diário do Pará), Por Aí (Diário do Pará), Voz de Nazaré e Portal Cultura. Também foram notícia no Jornal da RBA, Jornal Liberal 1ª Edição e SBT Belém. A exposição continua até o dia 31 no Computer Hall da Computer Store, das 9h às 21h. Entrada franca.

5.10.07

Exposição fotográfica homenageia quadra nazarena


Os fotógrafos Ivan Cardoso, Fábio Pina, Everaldo Nascimento e Márcio Monteiro estão com a exposição Santa Luz até o próximo dia 31, no Computer Hall. São 40 fotos que imortalizaram detalhes das festas e procissões do Círio de Nossa Senhora de Nazaré nos últimos 15 anos. Para a exposição, os fotógrafos selecionaram material produzido em câmeras de película e digital, algumas coloridas e outras em preto e branco. Mas a grande atração são os registros emocionantes dos promesseiros que sempre se destacam na multidão.

Imagens são produzidas em abundância durante a programação da Quadra Nazarena, no mês de outubro, em Belém do Pará. Além de o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, os 15 dias da festa ainda reúnem outras procissões como a Trasladação e o Recírio. “Esse é um período fantástico para a fotografia, pois o assunto não se esgota para o fotógrafo. É praticamente impossível fazer uma foto duas vezes do mesmo personagem ou da mesma situação”, explica o fotógrafo Fábio Pina. Há 10 anos fotografando o Círio, ele revela que é um momento sempre mágico para o profissional das imagens que, na maioria das vezes, se envolve com o clima de emoção. “É impossível não se deixar contagiar pela vibração da multidão”. Entre as fotos selecionadas para a exposição, ele tem um carinho especial por uma imagem que retrata outro aspecto da festa. “São várias imagens em miniatura sendo vendidas a preços simbólicos. É como se a religião estivesse sendo vendida a quilo”, conta.

Já o fotógrafo Everaldo Nascimento procura manter um olhar frio para a festa, ainda que em alguns momentos, ele se deixe contagiar pelas demonstrações de fé em sua volta. Para ele, as grandes estrelas da quadra são os romeiros que imprimem nos seus gestos e expressões as imagens preferidas dos fotógrafos. Um dos momentos mais belos da programação, segundo Everaldo, é a Trasladação. “As fotos dessa procissão são especiais porque são feitas sob outra condição de luz”, explica. Entre as fotos que selecionou para a exposição, ele destaca a foto de um romeiro que, todos os anos, carrega uma cruz durante o Círio. “Fotografei ele três anos seguidos, sempre no mesmo lugar, porém nunca é a mesma foto”, conta.

Os promesseiros também são os alvos preferidos do fotógrafo Márcio Monteiro, que fotografa o Círio há 17 anos. Ele cita como exemplo da multiplicidade de imagens que são produzidas na corda. “Tenho uma foto de um senhor levando um pisão e com as sandálias amarradas na cintura, enquanto que o outro promesseiro da foto está com cara de tédio”. Márcio também nunca deixa de fotografar figuras ilustres do Círio, como o “Seu Caranguejo” que nunca deixa de participar da procissão. “Queria entender como ele consegue ‘vestir’ todos aqueles caranguejos, inclusive dentro do chapéu”. Para a exposição, Márcio também não deixou de incluir registros profanos da festa, como fotos do Auto do Círio. “São imagens instantâneas. Quando menos você espera, aparecem assuntos surpreendentes”, diz.

Quem não tem nenhum problema em se envolver com a festa e demonstrar sua devoção é o fotógrafo Ivan Cardoso. Mas ele garante que a fé em Nossa Senhora não compromete o resultado do seu trabalho. Ivan foi escoteiro voluntário na Basílica de Nazaré aos 12 anos, além de já ter participado do evento socorrendo os romeiros. Hoje, ele fotografa para a Voz de Nazaré, mas nunca deixou de fotografar a festa para seu próprio arquivo. “São 22 anos de Círio e mesmo se eu não trabalhasse tão próximo do evento, acho que não deixaria de participar”. Ivan destacou para a exposição fotos do Recírio. “São os últimos momentos. Para mim, um dos momentos mais emocionantes, pois é a despedida dos fiéis da santa.”

Serviço:
Exposição Santa Luz
Computer Hall, na Computer Store, na rua Antônio Barreto com Alcindo Cacela.
De 8 a 31 de outubro. Das 9h às 21h.
Entrada Franca

Mais informações:
Márcio Monteiro (9983-0009)
Ivan Cardoso (3268-4808/9188-4482/8133-3805)
Fábio Pina (32121-1469/99982883)
Everaldo Nascimento (9113-5227)
Assessoria de imprensa: Focus Comunicação (3212-1469/96095842)